10 erros mais comuns cometidos por quem já criou negócios próprios

[singlepic id=197 w=320 h=240 float=left]
Quando criamos um negócio próprio é normal não termos a experiência necessária para evitarmos erros básicos que podem colocar em risco o sucesso do nosso negócio e levar-nos a perder dinheiro e até, no limite, a ter de encerrar o nosso negócio.

Como nunca vamos saber quais são os erros que devemos evitar num negócio antes de os fazer, o melhor processo é o de ouvir quem já tem a experiência de ter um negócio próprio a contar-nos quais foram os erros que cometeu para que pelo menos esses possamos evitar na hora de gerirmos o nosso próprio negócio.

É importante lembrar que o insucesso de um negócio próprio tem consequências mais graves que o simples fechar de porta, muitos dos negócios próprios são financiados por bancos, capitais de risco e outras entidades bancárias com créditos que têm de continuar a ser pagos.
Se o negócio não for um sucesso deixa de haver dinheiro disponível para pagar as mensalidades do crédito e ai o problema fica bem maior.

Seguem 10 erros dos mais comuns que quem já criou negócios próprios cometeu:

1- Gastar dinheiro a mais: Por ser proprietário de um negócio não quer dizer que tem de viver como um empresário de sucesso. Adeqúe os seus gastos aos resultados do seu negócio.

2- Vender para as pessoas erradas: Não escolher um público-alvo é um problema que passa muitos jovens empresários. Na tentativa de conseguirem muitos clientes, gastam todo o orçamento de marketing em acções não direccionadas que trazem muito pouco retorno.

3- Gastar dinheiro a menos: A poupança é uma virtude, devemos manter o nosso negócio de forma frugal e não forreta. Não corte em despesas essenciais ao bom funcionamento do seu negócio.

4- Acreditar a 100% num contrato: Existem sempre gestores de negócios sem escrúpulos que não darão valor a um contrato assinado. Não seja um deles, mas esteja ciente que vai acontecer um contrato não cumprido, várias vezes!

5- Divulgar uma empresa que não existe: Não se apresente como a “nossa empresa” caso a sua empresa seja só você. Hoje em dia é perfeitamente normal uma empresa ter apenas um funcionário e você não corre o risco de ficar mal quando o seu cliente descobrir que a “grande empresa” não existe.

6- Respeite a sua intuição: Guie os seus negócios pela razão mas não seja imune aos seus sentimentos. Pode estar a preparar a melhor estratégia de mercado, mas se não acredita nela, de certeza que ela não vai funcionar.

7- Formalidade em excesso: Negócios são relações pessoais pautados pela confiança. Num negócio próprio a personalidade é um factor de grande importância e uma mais-valia que deve ser levada em linha de conta.

8- Abandonar a sua personalidade: Não seja diferente do que realmente é só para fazer negócio e impressionar os seus clientes. Logo estes vão detectar essa incongruência e o seu negócio sentir essa falta de confiança.

9- Não optimizar o negócio: é importante criar valor no seu negócio, mas nunca se deve esquecer de optimizar aspectos que podem ser melhorados. A automatização de tarefas rotineiras do seu negócio é uma das formas de optimizar o seu negócio.

10- Não se focar na criação de valor: o objectivo de criar um negócio próprio não é apenas ganhar mais e mais dinheiro. O importante num negócio próprio que tem uma visão a longo prazo é criar valor.

E você já cometeu algum erro no seu negócio que aconselharia os novos empreendedores a evitarem a todo o custo?

Se sim partilhe connosco, para que todos o possamos evitar e ter mais sucesso nos nossos negócios

Mais ideias para o seu negócio:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *