16 dicas para poupar dinheiro no telemóvel

[singlepic id=110 w=320 h=240 float=]
Nos tempos que correm é praticamente impossível imaginar o nosso dia-a-dia sem a presença do nosso telemóvel. Em alguns casos, telemóveis!
Precisamente por ser indispensável, o telemóvel pode tornar-se bastante caro no final do mês.
Ficam 16 dicas simples para poupar na conta do telemóvel par que no final do mês as despesas com este não seja tão pesada.

1. Na hora de comprar um novo telemóvel, não se deixe seduzir pelos modelos mais recentes e tecnologicamente avançados. Se for o tipo de pessoa que apenas utiliza este gadget para fazer e receber chamadas, pode dispensar os telefones com leitor MP3 ou câmara fotográfica integrada, o que vai reduzir significativamente o custo final do telemóvel.

2. Em vez de perder tempo, visitando loja após loja de telecomunicações na busca do seu próximo telemóvel, aproveite sites como KuantoKusta, Izideal e Telemóveis, que permitem a comparação online de centenas de modelos.

3. Um telemóvel desbloqueado pode ser um investimento a longo prazo, porque permite-lhe mudar de rede sempre que achar oportuno, sem ter de trocar de equipamento.

4. Muitas operadoras oferecem um valor de retoma pelo seu velho telemóvel na compra de um novo. Se não tem qualquer utilidade futura para o telefone antigo, esta oferta é de aproveitar.

5. Em alternativa, se possuir um bom telemóvel que esteja em excelente estado mas que por algum motivo já não satisfaz as suas necessidades, tente vendê-lo aos amigos ou colegas de trabalho, por exemplo. Outra opção é colocá-lo à venda online num site como o www.miau.pt. Existem pessoas que estão constantemente a trocar de telemóvel, o que é óptimo para quem está a tentar vender.

6. A escolha de um operador é fundamental e deve anteceder a escolha do tarifário. Depois de uma análise à sua lista de contactos mais frequentes, será fácil detectar qual a rede operadora mais popular. Mesmo que venha a escolher um excelente tarifário, não há melhor forma de poupar dinheiro em telemóvel do que pertencer à mesma rede que a maioria dos seus contactos.

7. O tarifário é outro ponto-chave no que toca a economizar nas contas de telemóvel. O mercado das telecomunicações é dinâmico e está em constante mutação, ou seja, de mês para mês podem surgir novos tarifários, perfeitos para o seu estilo de vida. Faz mais chamadas do que recebe? Costuma falar muito ou pouco tempo? Prefere as mensagens às chamadas de voz? Estas e outras perguntas devem ser tido em conta na busca pelo tarifário mais económico. A ANACOM (Autoridade Nacional de Comunicações) desenvolveu um Observatório de Tarifários que lhe permite simular online, uma diversidade de preços de chamadas de voz, SMS, MMS e até consumo mensal para poder elaborar o seu melhor plano de poupança pessoal.

8. Concentre as suas chamadas diárias para familiares e amigos num dos vários horários económicos que as diferentes operadoras oferecem durante a semana (hora de almoço, noite…). As chamadas semanais podem ser reservadas para o fim-de-semana, por norma, a altura mais barata para telefonar.

9. Evite o download de jogos e/ou músicas – são devoradoras de saldo e passam rapidamente de moda. O mesmo se pode dizer das chamadas para concursos ou programas televisivos que têm custos muito elevados.

10. Todas as operadoras lançam campanhas promocionais em alturas de maior tráfego de comunicações – Natal, Dia dos Namorados, Verão – sendo normalmente bastante vantajosas. Aproveite-as para pôr a conversa em dia a um preço low-cost.

11. Se a dado momento a comunicação com esta ou aquela pessoa não necessita de ser por voz, utilize formas alternativas para as contactar: rede fixa, SMS, Messenger, E-mail, Skype, Voip…

12. Evite fazer chamadas para redes fixas ou internacionais do telemóvel: estas são as mais caras de todas e podem representar um verdadeiro desfalque na sua conta.

13.
A poupança continua mesmo quando for para o estrangeiro. Actualmente os tarifários de roaming continuam a ser muito caros quando comparados aos cartões de telefone que podem ser comprados nos países de destino para efectuar chamadas para casa.

14. Se perder o telemóvel ou se este for roubado, contacte de imediato a sua operadora para cancelar o número, evitando assim gastos que não são seus.

15. Sempre que possível, atenda o telemóvel – poupará o dinheiro de ter de devolver as chamadas.

16. Dentro do seu orçamento pessoal, estabeleça um plafond mensal para o telemóvel e procure cumpri-lo. Consulte o seu saldo diária ou semanalmente para ajudar a gerir esse plafond e verificar a existência de eventuais cobranças injustificadas.

fonte

Mais ideias para o seu negócio:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>