Como poupar 3200 euros no IRS

[singlepic id=106 w=320 h=240 float=]

Organização, um lápis e uma calculadora. É quanto basta para poupar uns milhares  de euros na factura a pagar às Finanças.

Concentre-se em dois itens: as deduções à colecta e os benefícios fiscais.
Entre as deduções à colecta mais comuns e fáceis de contabilizar estão as despesas de saúde, de educação, habitação e informática.
Só estas três últimas permitem uma poupança de 1.517,6 euros nos impostos que tem de pagar.

O número só não é maior porque as despesas de saúde, que não têm limite de dedução, não entram para as contas.
Depois os Planos Poupança-Reforma (PPR), cuja dedução pode ir até aos 400 euros para os contribuintes com menos de 35 anos e, no mínimo, até 300 euros para os maiores de 50, desde que ainda não aposentados. No entanto, como são produtos com finalidades e taxas de benefício diferentes, carecem de alguma análise. Assim, não invista no primeiro que lhe sugerirem.

Não esqueça também as contas dos seguros. Entre os prémios de protecção contra acidentes pessoais, vida e saúde, o abate pode ir até aos 144 euros por sujeito passivo. Mais: nos seguros de saúde o limite aumenta 41 euros por cada dependente do agregado.

Faça um donativo ou participe no plano tecnológico

Ser altruísta compensa.

Aliás, é duplamente compensador. Além do regozijo da ajuda em si, possibilita ainda uma dedução nos impostos. Saiba que os donativos são passíveis de dedução em 25 por cento do total, podendo sofrer majorações superiores a cem por cento.

Quem aderir às novas tecnologias, adquirindo um computador, por exemplo, pode deduzir 50 por cento do valor de compra até ao limite de 250 euros. Ainda no campo tecnológico (e ecológico também), há outra possibilidade de poupar nos impostos, investindo em equipamento que contribua para a redução do consumo de energia.
É o caso dos equipamentos de produção de energia através de fontes renováveis, incluindo equipamento complementar, cuja dedução ascende 777 euros (30 por cento da despesa).

IRS – Os benefícios mais básicos

Saúde
30% – Sem limite
Some as despesas de saúde isentas ou sujeitas à taxa reduzida de IVA (cinco por cento), bem como os juros de créditos contraídos para as pagar e apresente a dedução.
Óculos e lentes de contacto também entram e quem viver em economia comum com ascendentes ou parentes colaterais até terceiro grau poderá deduzir as suas despesas, desde que estes não ganhem mais do que o salário mínimo. Mas não abuse: nos medicamentos com taxa de IVA normal, só contam os que foram comprados com receita médica e até ao limite de 62 euros.

Educação

30%  – Até 681,60 euros
A formação do contribuinte ou dos seus dependentes também tem direito a apoio do Estado, via redução dos impostos.
Propinas, despesas de deslocação, alojamento e alimentação podem ser deduzidas.
O mesmo para as mensalidades pagas a creches e a escolas de actividades extracurriculares (música, línguas, teatro, etc.), desde que os estabelecimentos pertençam ao Sistema Nacional de Educação. Para quem tem três ou mais filhos, o limite a deduzir aumenta 127,80 euros por cada um.

Reforma

20% – Até 400 euros
Se está a preparar a sua reforma, já deve ter recebido uma carta do banco a comprovar as entregas que fez.
Assim, os contribuintes com idade inferior a 35 anos têm direito a uma dedução que pode ir até 400 euros. Entre os 35 e os 50 anos, a dedução vai até 350 euros e quem já ultrapassou os 50 anos terá um benefício máximo de 300 euros.

Seguros

25% a 30% – Até 144 euros
Os prémios pagos para seguros de vida e de acidentes pessoais do contribuinte e seus dependentes têm uma dedução de 25 por cento, com limite de 62 euros por sujeito passivo.
Nos seguros de saúde, a dedução aumenta para 30 por cento, com limite de 82 euros, valor que aumenta em 41 euros por cada dependente.
Os valores a inserir no anexo são os mencionados nas cartas que a seguradora envia.

Habitação

30% dos juros e amortizações – Até 586 euros
As despesas que teve com juros e amortizações do empréstimo à habitação (outra carta que deve chegar a casa até final de Janeiro de cada ano) também beneficiam de dedução.
Lembre-se: só é válido para empréstimos para compra de habitação própria permanente. No caso das rendas, basta declarar o somatório do valor patente nos recibos de pagamento.

Energias renováveis

30% – Até 777 euros
Se investiu em equipamento de energia solar, eólica ou em qualquer outra forma de energia renovável, além de ter contribuido para a diminuição da factura energética do seu agregado, terá direito a um apoio do Estado.
Se investiu em energia verde e tem, ao mesmo tempo, crédito à habitação, vai sentir o efeito da maior dedução permitida, pois não a partir de 2008 as duas despesas são acumuláveis.

Tecnologia

50% – Até 250 euros
Quem fez despesas informáticas com computadores, impressoras e outro hardware ou com software e é ou tem dependentes estudantes, pode deduzir a despesa feita com a “adopção” do plano tecnológico. Não esqueça: é obrigatório que o material tenha sido adquirido novo, a factura tem de mencionar que é para uso próprio e a taxa de imposto do agregado tem de ser inferior à taxa máxima (42 por cento). Esta benesse só pode ser utilizada uma vez no triénio de 2006 a 2008.

Filantropia

Ser solidário compensa
Os donativos feitos ao Estado são dedutíveis em 25 por cento e podem ser majorados em 130 por cento. Melhor ainda. Nas ofertas a entidades de cariz social, a majoração pode ir até 140 por cento. O único limite é que a dedução não pode ser superior a 15 por cento da colecta total do agregado.

Lares

25% – Até 362,10 euros
As despesas com lares de terceira idade permitem deduzir 25 por cento do total do valor pago até ao limite de 362,10 euros. Se no agregado existe um idoso que esteja nesta situação pode recuperar 25 por cento do valor pago durante o ano em mensalidades.

Mais ideias para o seu negócio:

One thought on “Como poupar 3200 euros no IRS

  1. Dav7

    óculos e lentes de contacto?!!

    e eu que apenas colocava na ADSE até atingir o limite, e mais nada

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *