Energia solar é uma boa solução para ganhar e poupar dinheiro?

[singlepic id=63 w=320 h=240 float=]

A energia solar acaba de ganhar um novo incentivo por parte dos governantes europeus.

Cada vez mais temos de pensar na energia solar como uma alternativa que vai deixar os nossos telhados com espelhos reflectores, mas que nos trará muitas vantagens ecológicas e financeiras.

Um ponto importante na energia solar de hoje é que o software de controlo e gestão de todos os dispositivos envolvidos na captura e transformação da energia solar foram muito melhorados e são softwares muito fáceis de manusear.

Também existem cada vez mais instaladores de energia solar um pouco por todo o lado.
No ponto dos instaladores e energia solar devemos ter muito cuidado, pois existem instaladores não credenciados que nos podem levar menos dinheiro para instalar o nosso sistema de energia solar mas que nos poderá trazer problemas mais à frente.
Devemos optar sempre por um instalador certificado que nos de garantias de que o nosso equipamento de energia solar fica bem montado e nos oferece segurança.

Mesmo se não tivermos dinheiro para investir no sistema de energia solar disponível, não há problema :).

Os governos estão a lançar diversos planos de incentivo ao uso das energias alternativas que nos dão acesso a credito facil e rapido.
Todo o processo do crédito pode ser tratado online, poupando-nos muito trabalho e burocracia.

O dinheiro que vamos ganhar nos primeiros anos com sistema de energia solar é remetido para o banco como forma de pagamento do crédito qe fizemos e assim em poucos anos estaremos a receber mito dinheiro sem termos investido um cêntimo. 🙂

A Comissão Europeia deverá criar um plano para a redução de emissões de gases responsáveis pelo efeito estufa que destinará as maiores parcelas dos 50 mil milhões de euros para pesquisas e desenvolvimento no sector de energia solar e a captura e armazenamento subterrâneo das emissões derivadas de centrais termoeléctricas movidas a carvão.

Parte do objectivo do plano, que deverá ser divulgado esta quarta-feira, é demonstrar que a União Europeia está a tomar medidas adicionais necessárias para que se atinjam metas ambiciosas de redução de gases com efeito de estufa antes da cimeira em Copenhaga, em Dezembro deste ano, durante a qual será discutido um novo acordo global para conter a alteração climática.

Mas o plano também indica a necessidade de reordenamento das prioridades industriais do bloco europeu, ao exigir que os governos invistam quantias significativamente maiores em energia limpa, mesmo que o mundo esteja a emergir de uma profunda crise financeira.

«É improvável que os mercados e as companhias de energia agindo por conta própria sejam capazes de apresentar as inovações tecnológicas necessárias num período relativamente curto para que possam ser atendidas as metas de política energética e climática da União Europeia», afirmou a comissão numa minuta do plano obtida pelo International Herald Tribune.

Mais ideias para o seu negócio:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *